SafeIn Segurança de Processo

Blog

Pilares da Segurança de Processo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Email -- 0 Flares ×

A implantação dos pilares de segurança de processo em uma empresa em produção é um desafio e tanto, mas você pode tornar as coisas mais simples quando faz a bendita priorização. Existem três pilares que são chaves para manter a estrutura intacta, isto é, para que a casa não caia. São eles:

1) Análise de risco de processo (Hazop com cenário SIL): Este estudo tem o objetivo de proteger o hardware (Tanques, vasos…), identificando todos os pontos de perda de contenção. Uma vez identificada a perda de contenção, ela deve ter uma malha de proteção a qual protegerá a instalação até o fim da operação daquele sistema. Esta proteção ocorre através de um documento chamado DOC. SIL, o qual fica no sistema de manutenção e produção com prioridade máxima e controlado pelo gerenciamento da empresa. Após a implantação das malhas SIL, a planta não deverá ter vazamentos e, se houver, o Hazop deverá ser revisado para verificar onde o estudo falhou.

2) Segurança por observação: Esta análise é muito importante porque envolve as pessoas no processo de verificação do comportamento diário e as pessoas começam a praticar em cada ato a segurança de processo. Uma pessoa aprende a cuidar do seu colega e este sentimento é básico para que aprendamos a formar um ambiente livre de acidentes. Quando conseguimos envolver as pessoas nas atividades do site com a visão de proteger o sistema, estaremos bem encaminhados no objetivo de acidente zero. Aqui eu recomendo o STOP (Safety Training Observation Program) da Dupont  e os cursos do Bodanese.

3) Permissão de trabalho:  Vejam que os pilares 1 e 2 estão fazendo o papel de tornar o ambiente livre de acidentes, mas como a unidade necessita de manutenção e implementação de projetos, temos que avaliar o risco de cada trabalho, minimizando o risco com o envolvimento dos profissionais que vão executar o serviço. É muito importante que você avalie cada trabalho na sua empresa e para aqueles trabalhos rotineiros, os quais a permissão de trabalho fica muito burocrática, deve-se estabelecer um procedimento o qual deverá ser feito pelo próprio funcionário com a aprovação da gerência e segurança da empresa. Aqui eu recomendo um sistema que hoje é comercializado pela Lexsis sistemas com a implantação do seu mentor Jovino Santa Helena.

 Com estes três pilares bem definidos, e você necessita tê-los, seja pelas NR’S ou seja pelo treinamento dos seus colaboradores, você estará muito bem no quesito segurança de processo. Depois, com calma, você vai implantando os outros pilares (Comunicação, procedimentos de segurança, gerenciamento da mudança, projetos, …).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Email -- 0 Flares ×